Notícias, Notícias

Projetos sociais e capacitações são alguns destaques de 2019

“Chegamos ao fim de mais um ano, com o sentimento de missão cumprida”, afirma Rainey Marinho

“Chegamos ao fim de mais um ano, com o sentimento de missão cumprida. Um ano difícil, de muitas provações, desafios e contratempos, mas conseguimos cumprir nosso papel”. Essa foi a avaliação do ano de 2019 do presidente da Associação dos Notários e Registradores de Alagoas (Anoreg/AL) Rainey Marinho.

No ramo do conhecimento, a Anoreg/AL desenvolveu cursos e capacitações, entre eles a palestra com o professor Durval Hale, presidente do IRTDPJ/RJ, sobre “Notificação por Hora Certa”. O evento reuniu cerca de 300 cartorários alagoanos e abordou a atuação da atividade registral.

Na esfera social, a Anoreg/AL desenvolveu no ano de 2019 o Posse Legal, que em parceria com o Poder Judiciário de Alagoas e o 2° Cartório de Títulos e Documentos de Maceió, tem como objetivo regularizar a posse dos imóveis do bairro do Pinheiro, em Maceió, afetados por rachaduras e com risco de desabamento. A posse dos mais de 300 imóveis regularizados foi fundamental para que os moradores recebessem, por exemplo, aluguel social e possam pleitear futuras indenizações.

E com esse projeto social, a entidade foi a segunda colocada no Prêmio Rares-NR deste ano, durante o XXI Congresso Brasileiro de Direito Notarial e de Registro, em Aracaju.
A Anoreg/AL foi considerada a segunda melhor ação de responsabilidade social ou ambiental do país.

Outro projeto que já é sucesso e teve ainda mais êxito em 2019, foi o Moradia Legal. O programa de regularização fundiária do Poder Judiciário de Alagoas e da Associação dos Notários e Registradores de Alagoas (Anoreg/AL) atingiu, neste ano, a marca de 40 mil títulos de propriedade entregues a famílias de baixa renda. Em todo o estado, foram mais de 200 mil pessoas que passaram a ser donas, de fato e de direito, de seus imóveis.

Em reconhecimento aos benefícios do projeto para as famílias alagoanas, em novembro deste ano, o presidente Rainey Marinho e outras autoridades que contribuíram para o Moradia Legal, foram homenageados pela Assembleia Legislativa de Alagoas.

Foi também em 2019 que a Central de Digitalização da Anoreg/AL começou a funcionar. O trabalho de digitalização do acervo dos livros oficiais dos cartórios acontece numa sala especial é totalmente preparada para o manuseio dos “livrões” que são patrimônio essencial para os cartórios e para a sociedade pois registram não só a história de pessoas, bens e negócios mas também a própria existência delas.