Notícias

28/09/14

Café da manhã da Anoreg/AL é marcado pela solidariedade

 

DSCN0209

O café da manhã realizado pela a Associação dos Notários e Registradores de Alagoas (Anoreg/AL) na sexta-feira (26) foi marcado pela solidariedade. O titular do Registro Civil Vila São Francisco, de Arapiraca, Cornélio Lima de Brito, foi contemplado com um computador para sua serventia através da doação pela colega de ofício Maria Luiza Cavalcante Tenório, titular do Registro Civil Folha Miúda, de Craíbas.

Cornélio Lima de Brito se mostrou muito emocionado e disse que caso tenha a sorte de ser sorteado pretende reproduzir o gesto da colega.

O presidente da entidade, Rainey Marinho, destacou o gesto da associada. “Maria Luiza Tenório me falou que a serventia dela já estava informatizada e queria doar o prêmio para o colega que precisava. Foi um gesto muito nobre e admirável.”

Maria Luiza Cavalcante Tenório foi sorteada na terceira edição da promoção da entidade para incentivar a informatização das serventias no Estado. A promoção sorteia através da Loteria Federal dois computadores por edição.

Nesta edição, foi comtemplada também a titular do Registro Civil Piranhas Povoado de Piau, também de Arapiraca, Maria de Jesus Vieira, que recebeu o prêmio das mãos do vice-presidente da Anoreg/AL, Iran Malta.

Na oportunidade, o titular do cartório de Capela, Mauro Jorge, elogiou o trabalho de integração da categoria que a atual diretoria da entidade vem realizando. “Todos os oficiais estão sendo apadrinhados pela Anoreg. É tão bonito. Há muito tempo eu não via uma reunião como essa”, pontuou.

Durante a reunião, Rainey Marinho falou de questões de interesse da categoria, como o a poio jurídico que a entidade vem prestando aos seus associados através de uma assessoria especializada; o prazo de entrega do relatório que está sendo preparado pela empresa Jetdata sobre o Sistema Integra Brasil a pedido da associação; e o envolvimento da entidade em ações sociais. “Este ano ajudamos as crianças com câncer da Apala através do MacDia Feliz. Ano que vem, no primeiro e segundo semestres vamos fazer novas campanhas envolvendo os cartorários”, afirmou Rainey Marinho.

PALESTRA

O Café da Anoreg/AL também contou com palestra sobre como registrar uma Organização Não Governamental (ONG). A palestra foi proferida pelo advogado e professor de Direito Daniel Conde.

Conde falou como uma ONG se enquadra dentro das pessoas jurídicas previstas pela Lei brasileira e como os cartórios devem agir ao receber essa demanda. “A ONG deve ser registrada na forma de uma associação ou fundação, dependendo da situação concreta”, disse o advogado.

Ainda segundo o advogado, a ONG tem que estar voltada para o interesse público e para ter acesso à verba pública ela tem que se qualificar como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), título fornecido pelo Ministério da Justiça. “Para obter a qualificação é preciso o cumprimento de determinados requisitos estabelecidos na Lei, entre eles o mínimo de um ano de existência.”DSCN0210 DSCN0220