Notícias, Notícias

Rainey Marinho: “30 anos – Uma vida dedicada a servir“

Presidente da Anoreg/AL completa três décadas como cartorário

O tempo, esse senhor indomável…

Para mim os anos passaram velozmente e de forma tão lépida que foram imperceptíveis. Quando criança tinha um sonho de poder fazer parte de algo importante. Talvez uma ferramenta que ajudasse os outros, ser útil à minha comunidade. Pertencer e ao mesmo tempo ser possuído por algo humano e útil. Nada vale passarmos nossas vidas sem uma utilidade real para com os outros. Comecei sendo bancário, por insistência de meu bom pai. Mas a vida levou-me para um concurso público e de repente vi-me cartorário.

Como Deus foi bom comigo! Colocou-me exatamente num local em que todos os dias ajudo pessoas a resolver litígios e conflitos. Tenho um orgulho enorme e enche-me a boca soletrar cada letra de minha profissão: CARTORÁRIO. É verdade que muitas vezes, conselheiro, outras um pouco psicólogo, outras defensor, o tempo todo um militar: a infantaria do direito ofertada à população, na maioria das vezes, a menos favorecida.

Camões em seu poema fala dos sete anos de cobiça por Raquel. São muitos anos… Hoje completo trinta anos como CARTORÁRIO, e depois de tantas primaveras e lutas associativas, batalhas imensas pelo meu exercício profissional, minhas prerrogativas conquistadas à custa de muito esforço pessoal e familiar, percebo que valeu a pena. Valeu cada segundo. O sorriso do primeiro imóvel entregue no programa Moradia Legal, participar de um fundo tão importante como o FERC, que proporciona aos registradores civis a oferta da cidadania. A pedra fundamental de uma associação de bairro entregue pelo registro de títulos e documentos. A missão ao Haiti procurando achar soluções para um povo tão sofrido. E tantos anos de Anoreg  Alagoas, a defender com ardor meu povo, sem discriminação de categoria. Por fim, a sensação de caminhar e servir a população que vem ao meu balcão com dedicação, respeito, carinho e empenho.

Hoje, muitos quilos e cabelos brancos a mais, sinto-me um adolescente. Um jovem cheio de energia para continuar servindo ao povo que me procura e ao meu segmento. Mais do que nunca, estou pronto para mais trinta anos.

A maravilhosa Cecília Meireles escreveu:

“De que são feitos os dias?
‒ De pequenos desejos,

vagarosas saudades,

silenciosas lembranças”.

Meus dias são movidos por acreditar. Continuo acreditando que marcharemos todos unidos, nós cartorários do Brasil, para um mundo novo, cheio de tecnologias e soluções, e conosco certamente, servindo aos brasileiros a segurança jurídica que eles tanto precisam.

Rainey Marinho – cartorário e presidente da Anoreg/AL